8 dicas para o seu filho estudar no verão

8 dicas para o seu filho estudar no verão

1. Fazer um balanço do ano

Para começar, é preciso analisar o percurso do ano letivo e verificar se os objetivos foram atingidos. As abordagens ao estudo têm de ser diferentes em função disso, com mais foco na aprendizagem que não se fez, no caso do insucesso, e mais foco na manutenção e aprimoramento do conhecimento, quando se atingiu o sucesso.

2. Não estudar em Junho

Depois de três períodos de grande stress, os alunos precisam de recuperar baterias. Devem ter pelo menos duas ou três semanas para fazer o que mais gostam, quer tenham ou não atingido os objetivos. A saúde mental do seu filho não deve ser descurada.

3. O estudo não pode ser visto como um castigo

É essencial ver o estudo no verão, não como um castigo, mas como uma oportunidade de melhorar. Quando não se atingiram os objetivos, ainda é mais importante que o aluno perceba que tem de melhorar e que isso só é possível com esforço da parte dele.

4. Não tenha pena do seu filho

O verão é muito grande e uma semana tem 112 horas úteis. Se o seu filho estudar 3 horas por semana ainda lhe sobram 109 horas em toda a semana para fazer o que quiser.

5. Ler, ler e ler...

Leitura não é estudo. Deve fazer parte da rotina do seu filho. Existem milhões de livros dos mais variados temas. Com certeza que ele gostará de algum.
Além de estimular a imaginação, os hábitos de leitura ajudam no desenvolvimento da linguagem. A maioria das dificuldades no estudo passam por não compreender as perguntas ou a forma como a matéria está escrita nos livros. Alunos que lêem mais têm muito mais vocabulário e, por isso, muito mais facilidade de compreensão.

6. Estudo regular, mas não intensivo

O aluno deve estudar com regularidade, duas vezes por semana, por exemplo, mas sempre por curtos períodos, não devendo exceder 1h30m de duração. Deste modo, não é tão cansativo e torna-se um estudo mais eficiente e produtivo.

7. O incentivo dos pais é muito importante

Durante o crescimento, é essencial sentir o apoio dos pais. Quando sentem o apoio e a compreensão dos pais, o caminho para o sucesso é sempre mais fácil.

8. Recomeçar com o pé direito

Este ano a escola começa mais cedo, por isso cerca de duas semanas antes do início do ano devem começar a fazer uma revisão mais aprofundada das bases das matérias fundamentais. Se o estudo começar no fim de agosto ou início de setembro, a transição férias-escola é feita de uma forma mais gradual, o “choque” não é tão grande e há maior sucesso na aprendizagem das primeiras matérias do ano.

Gosta deste artigo?

Share on facebook
Partilhar
Share on twitter
Partilhar
Share on linkedin
Partilhar
Share on pinterest
Partilhar

Deixe um comentário

Deixe um comentário